1. Escreva, em tiras de papel, qualidades ruins: sem graça, feio, preguiçoso, por exemplo, e leve pronto para a Célula;

2. Peça que os participantes fechem os olhos. A seguir, cole na testa deles uma qualidade ruim, lembrando que devem permanecer de olhos fechados;

3. Depois que você terminar, peça que abram os olhos e não digam ao outro o que está escrito na testa. Instrua-os a conversarem conforme o que está escrito na testa do outro, mas sem dizer o que é;

4. Pergunte-lhes o que acha que está carregando na testa; em seguida, peça-lhes para tirar o papel da testa e ler;

5. Explique que é assim que o ser humano age: coloca rótulos na nossa “testa”, mas Deus nos olha com um olhar de amor, olha para o nosso coração e nos ama. Devemos fazer o mesmo, olhar para as pessoas com amor.

Enfatize que essas qualidades ruins são mentiras do diabo. Você também pode escrever as qualidades boas, como por exemplo: ex-burra: inteligente; ex-inútil: capaz etc…

Fonte: www.dinamicascelula.com.br

Adaptação: Ministério CEO – www.ministerioceo.com.br
Correção Gramatical: Samuel Lopes Maciel
Coordenação e Revisão Geral: Pr. Donizétti Maciel

Estudo de Célula de Dezembro de 2014