Texto base: I Samuel 30.1-10; 18-20

INTRODUÇÃO
A cada dia somos surpreendidos por um novo desafio ou novos problemas, mas existem ocasiões em que não temos forças nem para reagir. Davi foi pego de surpresa por um inimigo que não esperava e lutou com quem mais amava. Sua família foi raptada e teve que lutar para restituir-se.
Como a família de Davi, muitos pais hoje têm seus filhos levados pelos vícios, prostituição, violência e outros males. As famílias estão sendo assaltadas com perigos, e é preciso proteger nossa casa não apenas fisicamente, mas também espiritual e emocionalmente.

Como restituir minha família?
Vamos compreender a situação que Davi enfrentou para restituir sua família:

1 – Chore na presença de Deus (v. 4): “ergueram a vos e choraram, até não ter mais forças pra chorar”.
Davi sabia tirar tempo com Deus e trabalhar primeiro suas emoções para depois lutar contra inimigos externos, por isso era sempre vencedor. A palavra de Deus garante: “Bem aventurados os que choram porque serão consolados” (Mt 5.4) e “os que com lágrimas semeiam com júbilo ceifarão” (Sl 126.4). Se tiver que ter uma reação, chore antes para desabafar. O choro lava a alma.
Não é errado chorar, pois até Jesus chorou (Jo 11.35) e não teve vergonha disso.
Quando você estiver triste por alguém de sua família, chore na presença de Deus, Ele promete que “lhes enxugará dos olhos toda lágrima” (Ap 7.17) e que “Ao anoitecer, pode vir o choro, mas a alegria vem pela manhã” (Sl 30.5). Suas lágrimas regarão sementes e seus frutos brotarão (Sl 126.6).
Você tem chorado na presença de Deus em oração? Chorar na presença de Deus nunca é em vão!

2 – Compreenda as pessoas (v. 5b): “o povo falava em apedrejá-lo, porque todos estavam em amargura”.
Muitas vezes as pessoas nos tratam mal porque estão amarguradas e não sabem demonstrar carinho ou amor. Precisamos compreender isso. O povo de Deus no deserto, quando ficou sem água e com sede, pensou mal de Moisés e falaram contra ele porque estavam desesperados (Ex 17).
Passe a compreender melhor seus familiares, seu modo de agir e pensar, para mudar não somente a vida do outro, mas a sua vida também. Quem sabe você também precisa mudar?
Jesus disse que os mansos herdarão a terra (Mt 5.5) para nos ensinar que com rigidez e inflexibilidade não se chega a lugar algum. Você está disposto a mudar para restaurar sua família? A maneira como olhamos as pessoas muda a forma que somos vistos por elas!

3- Reanime-se em Deus (v. 5c): “Davi muito se angustiou … porém Davi se reanimou no Senhor seu Deus”.
Não adianta ficar apenas chorando e tentando compreender as pessoas. Precisamos nos levantar e agir. Em momentos de tristeza, só Deus pode nos ajudar a continuar a vida em família.
Talvez você não consegue ânimo em ninguém, “pois vão é o socorro do homem” (Salmos 108.12), mas busque ânimo no Senhor, porque Ele te fortalece (Fp 4.13) e “alegria do Senhor é a nossa força” (Ne 8.10).
Davi escreveu o Salmo 46 que fala que Deus nos fortalece. Em quem você tem buscado ânimo para restaurar sua família? Busque se fortalecer no Senhor!

4 – Consulte ao Senhor (v. 8): “consultou Davi ao Senhor”.
Antes de tudo, precisamos orar a Deus buscando Sua confirmação para as decisões. Deus aprovou, por isso Davi foi. Ele sabia que se Deus dissesse não, perderia seu tempo, mas com a bênção do Senhor teria a vitória garantida.
Não faça nada antes de orar. Se você souber que Deus está na frente, prossiga, mas, se tiver dúvida, pare imediatamente e espere uma confirmação do Senhor.
Primeiro devemos “agradar do Senhor” e depois “Ele satisfará os desejos do nosso coração” (Sl 37.5). Tome cuidado para não sair na frente de Deus. Seria errado primeiro tomar as decisões e depois exigir que Deus abençoe como está. Você tem consultado a Deus em oração antes de tomar suas decisões? Antes de tudo que fizer ore a Deus pedindo direção!

5 – Lute como puder (v. 10): “duzentos ficaram atrás, por não poderem, de cansados atravessar o ribeiro”.
Alguns companheiros de luta de Davi não aguentaram a caminhada de tão difícil que estava. Davi não se importou e reconheceu o esforço deles.
Na família não podemos forçar as pessoas a uma caminhada que não aguentam, e precisamos também nos esforçar como Jesus disse “Se alguém te obrigar a andar uma milha, vai com ele duas” (Mt 5.41).
Cada pessoa tem um ritmo e uma força diferente. É necessário respeitar os limites do próximo. Deus renova as nossas forças (Is 40.29), mas não podemos obrigar as pessoas a lutar se não podem.
Se esforce o máximo que puder para o melhor da sua família e, se estiver cansado, pare um pouco e descanse. Até Jesus, em situações de crise, parava e se retirava, renovava suas forças para depois continuar (Jo 6.15).
Mas parar um pouco e descansar não pode ser desculpa para relaxamento, porque “o reino dos céus é tomado por esforço, e os que se esforçam se apoderam dele” (Mt 11.12). Você tem se esforçado para salvar sua família?

CONCLUSÃO (v. 18-20)

“Davi salvou tudo … e ninguém lhe faltou, desde o menor até o maior”.
Davi conseguiu restituir toda a sua família sem exceção alguma. Não deixe sua família ser destruída. Não se conforme em perder nenhum de seus familiares, porque Jesus quer que você seja salvo com “toda sua casa” (At 16.31). Então lute para preservar sua família e salvar todos.

Adaptado por: Pr. Eduardo Garcia – CEO / Caxambu – MG – www.ministerioceo.com.br
Autor: Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
Correção Gramatical: Samuel Lopes Maciel
Coordenação e Revisão Geral: Pr. Donizétti Maciel

Estudo de Célula de Maio de 2018