Texto base: Gálatas 5.19-21

INTRODUÇÃO
Paulo não se limitava a pregar a salvação, tinha um interesse zeloso pelas igrejas que fundava e acompanhava o crescimento ou declínio delas. Quando percebia que se desviavam da verdade, trazia e denunciava o pecado em que estavam. Assim devemos ser nós em família, não devemos somente pregar a salvação aos nossos familiares, mas devemos cuidar de cada um deles e combater toda e qualquer prática de pecado, ajudando-lhes a anular as obras da carne para não se desviarem da verdade.
E como podemos fazer isso?

1- Diálogo aberto – Tg 5.16
Devemos ter sempre portas abertas para um diálogo sincero dentro de nossas casas, de forma que a confiança seja sempre via de mão dupla entre os membros de nossa família e assim sejamos as primeiras pessoas que nossos filhos, maridos e esposas confiem para confessar seus pecados.
No reino de Deus, todos nós somos um sacerdote para os demais irmãos em Cristo (1 Pe 2.9).

2- Andar em conselho – Pv 15.22
Não devemos ter segredos uns com os outros dentro de nossas casas. É muito importante que entendamos que viver como família é viver em corpo e como corpo de Cristo. O corpo precisa um do outro e não tem forma melhor de combater pecados e minimizar erros do que andar em conselho. Não tente tomar decisões sozinhos, sozinhos temos muito mais chance de decidirmos errado ou nos afundarmos em nossos delitos e pecados.
Quanto maior a decisão, maior a necessidade de aconselhamento. Até mesmo tomadores de decisões sábios e experientes – sejam eles pessoas comuns ou governantes – precisam de conselheiros (Pv13.10).

3- Fortalecendo uns aos outros no Senhor – Ef 6
Quando usamos as roupas certas para cada época do ano não passamos frio ou calor, porque as roupas ou nos refrescam ou nos esquentam de acordo com nossas necessidades.
Assim também devemos fazer o uso das armas que Deus tem colocado à nossa disposição.
Às vezes nos sentimos perdidos em como ajudar alguém dentro de nossa família que está passando por algum problema sério ou situação de pecado, e que não aceita nossa interferência. Ou, principalmente os pais, ficam a pensar: como livrar meus filhos de pecar?
A oração é uma arma poderosa capaz de nos livrar de muitas ciladas do inimigo sem que tenhamos de dizer uma só palavra a eles, essa arma move a mão de Deus que transforma o coração dos homens e alcançamos lugares que nossas palavras nem sempre conseguem alcançar.

CONCLUSÃO
Lembre-se, para que sua família fique de pé, você precisa ficar de joelhos.

Autora: Pbª Luciana Assis – CEO / Rio de Janeiro – RJ – www.ministerioceo.com.br
Fonte de Pesquisa: Comentário Bíblico Expositivo – Biblioteca Bíblica
Correção Gramatical: Samuel Lopes Maciel
Coordenação e Revisão Geral: Pr. Donizétti Maciel

Estudo de Célula de Maio de 2018