Anunciando a verdade que liberta!

Rádio Online

Ouça no Spotify

Q

Celebrando a Amizade com Deus

Texto Base: João 15.15

INTRODUÇÃO
“Não existe nada melhor do que ser amigo de Deus. Caminhar seguro na luz, desfrutar do seu amor. Ter a paz no coração, viver sempre em comunhão. E assim, perceber a grandeza do poder, de Jesus, meu Bom Pastor”. Esta é a composição de um lindo louvor que enfatiza como é maravilhoso ser amigo de Deus.

PROPÓSITO
Chegar ao entendimento que a alegria, o amor e o sucesso em nossa vida cristã não são alcançados pelo ativismo religioso, mas através do nosso relacionamento íntimo com Deus. E este relacionamento é o impulso que nos move em tudo mais.

DESENVOLVIMENTO
1- O SENHOR QUER UMA AMIZADE PROFUNDA COM CADA UM DOS SEUS FILHOS.
Adão foi gerado para uma comunhão diária e profunda com o Criador. Todas as tardes eram celebrados os encontros entre o amoroso Criador e o alvo do Seu amor. Porém, o pecado interrompeu e trouxe um grande prejuízo, a amizade foi interrompida. Começaram, a partir daí, as práticas e rituais visando relacionamento com Deus (Gn 3.8).  Porém, Jesus, é o nosso reconciliador com o Pai! Por meio dEle, e somente por Ele, a inimizade foi desfeita e temos acesso ao Pai (Ef. 2.16-19). E, Ele próprio nos diz: “…Eu os tenho chamado amigos…”.
2– O PERIGO DE VIVER UMA VIDA CRISTÃ NA ESFERA DA SERVIDÃO.
A observância das práticas religiosas, dos sistemas e métodos funcionam até um certo ponto. Mas há uma advertência de Jesus para Marta que deve servir para nós (Lc 10.40-42). Muitos são escravos do ativismo religioso e julgam estar bem com Deus! Porém, o grande engano é achar que a bênção e a unção de Deus estão sobre os métodos e rituais. Não! Deus unge pessoas, não sistemas e práticas. Ser um escravo dos métodos e sistemas é o caminho para a falência espiritual. Jesus disse: “Já não os chamo servos…”.
3– O PRIVILÉGIO DE SER AMIGO DE DEUS.
O Senhor quer nos revelar os segredos do Seu coração. Isso não acontecerá na prática de uma religião ou no desenfreado ativismo dos sistemas e metodologias. Isso acontece quando somos achados pelos olhos do Senhor, no nosso cantinho de comunhão, no cantinho do relacionamento (Sl 25.14; 3.4). Jesus disse: “…porque tudo o que ouvi de meu Pai eu lhes tornei conhecido”.
Aplicação prática: Vamos separar um tempo maior e melhor para desenvolver a nossa amizade com Deus? Talvez exigirá um pouquinho de renúncia, mas vai valer à pena!

CONCLUSÃO
Deus chamou Abraão de seu amigo (Is 41.8). Ele não ocultou os seus planos para Abraão (Gn 18.17).  A amizade com Deus é a melhor escolha e não poderá ser roubada. O ativismo religioso nunca será a melhor escolha! Jesus disse: “Maria, pois, escolheu a boa parte, e esta não lhe será tirada.” (Lc 10.40-42).

Fonte: Pr. Luiz Carlos da Costa – CEO / São Lourenço – MG
Correção Gramatical: Samuel Lopes Maciel
Coordenação e Revisão Geral: Pr. Donizétti Maciel

Estudo de Célula de Fevereiro de 2020

[su_note note_color=”#fff369″] Receba nossos estudos em seu e-mail, cadastre-se abaixo:

[wysija_form id=”2″]

Compartilhe este estudo!

+ Estudos

Vamos Exaltar o Nosso Deus

Vamos Exaltar o Nosso Deus

Texto Base: Êxodo 15.1 (NTLH) INTRODUÇÃOA Bíblia afirma que os céus declaram a glória do Senhor e o firmamento proclama a obra das suas mãos (Sl 19.1-2). Se a natureza, sem palavras, glorifica a Deus, é de se esperar que o homem, coroa da criação divina, o exalte...

Deus governa sobre o caos

Deus governa sobre o caos

Texto Base: Gênesis 45.5 (NTLH) INTRODUÇÃO A injustiça dos irmãos de José foi parte de um processo em sua vida para o cumprimento do propósito divino. Deus usa toda situação para o cumprimento do seu plano. Agora mesmo toda injustiça contra nós pode ser usada para um...

Deus vai abençoar quem andar em Sua Presença

Deus vai abençoar quem andar em Sua Presença

Texto Base: Gênesis 39.2 (NTLH) INTRODUÇÃO José, filho de Jacó, alcançou o topo do sucesso quando se tornou o governador do Egito. Mas até chegar à posição mais elevada no país, todos os privilégios que um jovem poderia usufruir lhe foram roubados. PROPÓSITO Aprender...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *