Anunciando a verdade que liberta!

Rádio Online

Ouça no Spotify

Q

Deus é o Altíssimo

Texto Base: Gênesis 14.19

INTRODUÇÃO
A fé que revigorou os passos de Abraão na sua caminhada de obediência ao seu chamado foi impulsionada pela revelação de que Deus é o Deus altíssimo. Abraão compreendeu que a bênção sobre a sua vida fluía de uma fonte sobrenatural e inesgotável.

PROPÓSITO
Fortalecer a convicção pessoal em Deus como a fonte de provisão inesgotável.

DESENVOLVIMENTO
1) SEJA ABENÇOADO PELO DEUS ALTÍSSIMO (Gn 14.19)
Todos os recursos naturais têm o seu tempo de vida. Porém, o Senhor não faz parte dessa criação que conhecemos, mas é o próprio autor (Gn 1.1; Sl 90.2). Ele é o Deus altíssimo e transcende a tudo o que podemos imaginar. É a fonte inesgotável por ser sobrenatural! Que possamos caminhar crendo que a bênção sobre nós flui da fonte que está acima de tudo que os nossos olhos naturais podem ver. Amém!

2) SENDO O ALTÍSSIMO
Não pode ser afetado pelas circunstâncias e crises que afetam a vida das pessoas. No Salmos 46.6, está escrito que o Seu trono é para todo o sempre, ou seja, inabalável! Todo universo natural e o reino dos céus, com o seu domínio, pertencem a Ele (Mt 6.13). Ele oferece graciosamente o refúgio seguro para a proteção e conservação dos seus filhos nos dias maus (Sl 9.9). Quando confiamos no Seu propósito, podemos ter alegria, ainda que as condições naturais sejam difíceis e todo nosso trabalho tenha resultado frustrante, pois o Senhor nos faz andar nas alturas, ou seja, conseguimos superar as condições e as limitações naturais (Hc 3.17-19).

3) JESUS É O REFÚGIO PREPARADO PELO ALTÍSSIMO
O refúgio que foi preparado pelo Deus Altíssimo para a salvação e a vida abundante é Jesus Cristo. A Bíblia ensina que Ele está assentado acima de toda autoridade, seja espiritual ou natural (Mt 28.18; Ef 1.20,21), que Deus lhe deu o nome acima de todos os nomes (Fp 2.9) e que é Aquele que tem todas as bênçãos reservadas para quem nEle permanecer (Ef 1.3). Aceitar Jesus Cristo como salvador e Senhor (Jo 3.16) e permanecer na Sua palavra (Jo 15.1-5) é estar guardado no esconderijo do Altíssimo (Sl 91; Jd 1.1).

Aplicação Prática: em oração, vamos confiar a Deus todas as necessidades e o trabalho que temos desempenhado diariamente. Nenhuma crise poderá nos abalar! Somos abençoados pelo Deus Altíssimo.

CONCLUSÃO
A letra de uma linda canção diz: “vou voar como a águia e cantar como os anjos”, é lindo quando compreendemos que a nossa fé em Jesus Cristo nos eleva acima de todo caos e sofrimento. Glória a Jesus!

Fonte: Pr. Luiz Carlos da Costa – CEO / Soledade de Minas
Correção Gramatical: Samuel Lopes Maciel
Coordenação e Revisão Geral: Pr. Donizétti Maciel

Estudo de Célula de Outubro de 2021

Compartilhe este estudo!

+ Estudos

A Verdade sobre a Mentira na Vida Cristã

A Verdade sobre a Mentira na Vida Cristã

Texto Base: Atos 5.1,11 INTRODUÇÃOA história de Ananias e Safira é um relato impactante sobre as consequências da mentira, especialmente quando relacionada à fidelidade e à entrega a Deus. Este episódio revela a seriedade com que Deus vê a sinceridade e a integridade...

Desafios dos Seguidores Ocasionais

Desafios dos Seguidores Ocasionais

Texto Base: 1 Coríntios 15.19 INTRODUÇÃO No caminho da fé, encontramos diversos níveis de comprometimento entre os seguidores de Cristo. Um grupo particular é o dos seguidores ocasionais, que, apesar de sua aparente proximidade e atividade na igreja, possuem um...

A Eficácia da Oração do Justo

A Eficácia da Oração do Justo

 Texto Base: Tiago 5.16b INTRODUÇÃOAtravés da história de Ezequias, vemos o poder transformador da oração. Diante de uma sentença de morte, Ezequias voltou-se para Deus, demonstrando que a oração sincera e cheia de fé pode mudar situações aparentemente definitivas....

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *