Anunciando a verdade que liberta!

Rádio Online

Ouça no Spotify

Q

Edificação da família (Conflito entre pais e Filhos)

Texto Base: Efésios 6.1-4

INTRODUÇÃO
O que acontece com a família que vive fora dos propósitos estabelecidos por Deus e sua Palavra? Nosso relacionamento com nossos pais e/ou filhos tem objetivos claros e definidos no mundo espiritual. A igreja tem solução para os problemas da família? Quais motivos levam à destruição do relacionamento entre pais e filhos?

A família é um dos maiores alvos de ataques de Satanás. Os conflitos frequentes, a rebelião dos filhos, a falta de preparo dos pais para lidar com as circunstâncias adversas, a época de transição em que vivemos de ideias, tecnologia e conceitos, entre outros problemas, tornam os pais e os filhos oponentes.

O lar transforma-se em um campo de combate. Porém, Deus está interessado em nos ajudar a sermos canal de mudança para nossa família, sendo pai, mãe ou um filho. Deus tem ideias e objetivos pré-estabelecidos para a família.

PROPÓSITO
Esclarecer meios de se praticar um relacionamento evitando conflitos entre pais e filhos.

DESENVOLVIMENTO (Dt 12.28 KJA)
O quanto já vivenciamos e sabemos que as famílias vivem com uma barreira de comunicação? Para os filhos, os pais parecem estar estacionados, enquanto os filhos sofrem transformações físicas, mentais e sexuais com hormônios em alta. Isso resulta em mudança de humor e de comportamento.

Essas diferenças trazem distância no relacionamento. Essa lacuna acontece pela intensificação do controle dos pais sobre os filhos e a luta, principalmente dos filhos adolescentes, pela independência. A conversa e o entendimento entre eles se tornam difíceis. Mas o que devo fazer para mudar essa situação? Vejamos sugestões respaldadas na Bíblia.

1) Aos Pais
Como autoridades constituídas por Deus dentro do lar, os pais cristãos devem buscar a vontade de Deus para a família. Devem se colocar de joelhos em oração e reunir com os membros da família para devoções familiares, ou seja, colocar sua casa em ordem espiritualmente, levar os filhos a praticar atividades relacionas à igreja que frequentam e pregar os genuínos ensinamentos da Bíblia;

Comprometer-se com comportamento exemplar que exalte a Cristo: confiar nos recursos de Deus disponíveis pela oração (sabedoria – Tg 1.5), procurar ajuda para o desenvolvimento espiritual dos filhos, fazer concerto com Deus buscando paz com Ele, ou seja, testemunho de fé (2 Tm 1.5) e aprender a orar pelos filhos e com eles;

Incentivar os filhos a edificarem suas vidas dentro dos princípios bíblicos, ajudando-os a entender sobre as questões da vida com o olhar voltado para a Palavra de Deus. Lidar com paciência com as dúvidas espirituais dos filhos (Dt 6.6-7 KJA / Pv 22.6);

Regras justas e razoáveis devem ser estabelecidas para o bom funcionamento da casa. Conflitos nunca se resolvem com brigas ou discussões, a estabilidade no relacionamento entre os pais gera apoio, confiança e encorajamento para os filhos;

Uma comunicação consistente com os filhos, entre conversas e outras atividades, irão ajudá-los a criar autoestima positiva e fortalecerá a solidariedade familiar. Não tenha medo de expressar afeto físico, um abraço paterno ou um beijo materno farão com que eles se sintam aceitos e amados.

2) Aos Filhos
Como alguém que recebeu a Cristo e o serve, você deve importar-se com o bem-estar de seus pais. É necessário que os filhos evidenciem amor por seus pais, paciência e preocupação com suas necessidades. Testemunhe com mais diligência suas atitudes respeitosas, obedientes e bondosas (1 Tm 4.12,15,16 KJA / Gl 6.9);

Seja um bom aluno e profissional, seus pais ficarão satisfeitos com seu empenho. Envolva-se nas atividades da igreja em que congrega juntamente com outros jovens da sua idade;

Compartilhe experiências com seus pais, incluindo erros e fracassos. Celebre também suas conquistas com eles, honre seu pai e sua mãe;

CONCLUSÃO E APLICAÇÃO PRÁTICA
Deus instituiu a família. A família existe para cooperar com os propósitos de Deus: “ter uma família de muitos filhos semelhantes a Jesus”. A Bíblia ensina que os pais têm a responsabilidade de educar e disciplinar seus filhos para conhecer os princípios da Palavra de Deus e honrar a Deus.

Havendo deficiência, a família não estará segura. A obediência não vem naturalmente, ela deve ser ensinada e aprendida pelo exemplo e aceitação das responsabilidades outorgadas aos pais, por Deus.

Autoria: Missª Magaly – CEO/Baependi – MG
Correção Gramatical: Samuel Lopes Maciel
Coordenação e Revisão Geral: Pr. Donizétti Maciel

Estudo de Célula de Maio de 2023

Compartilhe este estudo!

+ Estudos

Restauração da Unidade da Família

Restauração da Unidade da Família

Texto Base: Lucas 1.17 INTRODUÇÃOO versículo base fala de reconciliação entre pais e filhos rebeldes como a condição para a preparação de um povo dedicado ao Senhor. Deus, o Pai celestial, quer restaurar os relacionamentos familiares e trazer cura para as famílias,...

O Milagre na Família

O Milagre na Família

Texto Base: João 2.1-11 INTRODUÇÃODeus está interessado em agir na família antes mesmo de fazer qualquer milagre de cura, libertação ou qualquer outra intervenção miraculosa. Pois, a família tem prioridade no plano divino. Não foi criada para o fracasso....

A Relação entre Família e Fé

A Relação entre Família e Fé

Texto Base: Efésios 3.14-15 INTRODUÇÃODurante o mês de maio vamos falar sobre família – a primeira instituição criada por Deus, a célula base para a formação da sociedade. Nos versículos do texto base, o Apóstolo Paulo declarou a sua rendição à soberana vontade de...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *