Anunciando a verdade que liberta!

Rádio Online

Ouça no Spotify

Q

Invista em sua Família

Texto base: Gênesis 45.1-15.

INTRODUÇÃO / QUEBRA GELO
Peça antecipadamente a cada um para trazer na reunião da célula uma foto de sua família e para apresentá-la ao grupo.
Solicite que cada um liste as características mais positivas de sua família.

DESENVOLVIMENTO 
Comecem o estudo lendo Gênesis 45.1-15.
A Bíblia não esconde a triste realidade da imperfeição familiar. Pelo contrário, ela revela a origem da imperfeição, que foi o pecado (Rm 5.12), deixa bem claro que essa imperfeição aparece até na família dos maiores heróis bíblicos e, o melhor de tudo, aponta para a solução, que é a graça de Deus, como Paulo afirmou em At 16.31: “Creia no Senhor Jesus, e serão salvos, Você e os de sua casa”.
Quando a família de Adão rompeu a sua relação espiritual com o Criador, ela herdou todas as consequências nefastas desse rompimento. Veja Gn 3.7-24 e perceba que o pecado introduziu terríveis influências na família: medo, fuga, maldições, inimizade, sofrimento, dor, fadiga, espinhos, suor, pó e expulsão. Em suma, a imperfeição familiar tem origem na corrupção da natureza humana individual. A família é coletivamente enferma por causa da enfermidade individual de cada membro.

A restauração da família
Cada família possui virtudes e defeitos. A família de José, filho do patriarca Jacó, não era diferente.
José sofreu as consequências do ódio dos seus irmãos. A razão bem evidente era a preferência do pai: “Ora Israel amava mais a José que a todos seus filhos, porque era filho da sua velhice”(Gn 37.3). Seus irmãos ressentiam dessa predileção (Gn 37.4) e, por causa disso, cheios de ciúmes, eles decidiram matá-lo.
Apesar de todo o histórico de dificuldades familiares (Gn 45.1-15), José é apresentado como um instrumento levantado por Deus para abençoar a sua família.
“Cheguem mais perto”, disse José a seus irmãos. Quando eles se aproximaram, disse-lhes: “Eu sou José, seu irmão, aquele que vocês venderam ao Egito! Agora, não se aflijam nem se recriminem por terem me vendido para cá, pois foi para salvar vidas que Deus me enviou adiante de vocês”. (Gn 45.4-5)

Da história de José podemos levantar algumas características de uma pessoa usada por Deus para abençoar as famílias imperfeitas:

1. Ela é uma pessoa que decide amar a sua família com o amor que Deus lhe dá
A essa altura, José já não podia mais conter-se diante de todos os que ali estavam, e gritou: “Façam sair a todos! “Assim, ninguém mais estava presente quando José se revelou a seus irmãos. E ele se pôs a chorar tão alto que os egípcios o ouviram, e a notícia chegou ao palácio do faraó.” (Gn 45.1-2).
José chora não as lágrimas do ressentimento, da vingança, do ódio, mas ele derrama o seu coração cheio de amor fraterno. Ele entendia que Deus o havia enviado ao Egito exatamente para salvar a sua família. Esforce-se para expressar amor por cada membro de sua família. O amor vence todas as barreiras e dificuldades de relacionamentos, e tem poder para curar os maiores erros e tragédias do passado.
Pergunta: Será que também Deus não o colocou nesta igreja abençoada e nesta Célula exatamente para torná-lo a ponte de salvação de sua família?

2. Ela é uma pessoa abençoada e realizada
A vida sempre conspirou contra José. Ele foi odiado, vendido, revendido, encarcerado e esquecido. Ele tinha tudo para ficar amargo, inferiorizado, pessimista e deprimido. Mas, não. Ele venceu todas as circunstâncias e aos trinta anos tornou-se governador do Egito (Gn 41.46). Não deixe que as circunstâncias difíceis te derrotem. Persevere. Lute. Deus quer usá-lo para abençoar sua casa.

3. Ela é uma pessoa que tem orgulho da sua família
José, mesmo ocupando um cargo de posição do Egito, não teve vergonha da sua origem simples e estrangeira. Ele apresenta a sua família à Faraó que afirma: “Então disse Faraó a José: teu pai e teus irmãos vieram a ti. A terra do Egito está perante ti: no melhor da terra faze habitar teu pai e teus irmãos” (Gn 47.56). Por meio de José, Israel e toda a sua família foi abençoada física, econômica e materialmente (Gn 47.12). Alegre-se com a família que Deus te deu e expresse orgulho e respeito por eles. Valorize-os.

4. Ela é uma pessoa humilde
José via em sua biografia a ação soberana de Deus. Tudo que ele enfrentou foi providencialmente, na sua visão, permissão de Deus. “Deus me enviou adiante de vós”(Gn 45.5), “Deus me pôs por Senhor em toda a terra do Egito” (Gn 45.9), “Vós na verdade, intentaste o mal contra mim; porém Deus o tornou em bem”(Gn 50.20). Ele entendeu que Deus o preparou e o estava usando para tornar-se o herói da história de sua família. Seja humilde e sirva às necessidades práticas de sua casa.

CONCLUSÃO
Toda família tem defeitos. Suas imperfeições não significam que ela não possa ser totalmente restaurada, porque Deus sempre deseja exercer misericórdia sobre as famílias. Agradeça a Deus pela família que você tem e lute você mesmo, assim como José, para restaurar a felicidade no seu lar. Seja o redentor da sua família.

Fonte: Igreja Batista Central / Belo Horizonte – MG
Adaptado por: Pr. Eduardo Garcia – MCEO / Baependi – MG – www.ministerioceo.com.br
Correção Gramatical: Samuel Lopes Maciel
Coordenação e Revisão Geral: Pr. Donizétti Maciel

 

Estudo de Célula de Maio de 2018

[su_note note_color=”#fff369″] Receba nossos estudos em seu e-mail, cadastre-se abaixo:

[wysija_form id=”2″]

Compartilhe este estudo!

+ Estudos

A Verdade sobre a Mentira na Vida Cristã

A Verdade sobre a Mentira na Vida Cristã

Texto Base: Atos 5.1,11 INTRODUÇÃOA história de Ananias e Safira é um relato impactante sobre as consequências da mentira, especialmente quando relacionada à fidelidade e à entrega a Deus. Este episódio revela a seriedade com que Deus vê a sinceridade e a integridade...

Desafios dos Seguidores Ocasionais

Desafios dos Seguidores Ocasionais

Texto Base: 1 Coríntios 15.19 INTRODUÇÃO No caminho da fé, encontramos diversos níveis de comprometimento entre os seguidores de Cristo. Um grupo particular é o dos seguidores ocasionais, que, apesar de sua aparente proximidade e atividade na igreja, possuem um...

A Eficácia da Oração do Justo

A Eficácia da Oração do Justo

 Texto Base: Tiago 5.16b INTRODUÇÃOAtravés da história de Ezequias, vemos o poder transformador da oração. Diante de uma sentença de morte, Ezequias voltou-se para Deus, demonstrando que a oração sincera e cheia de fé pode mudar situações aparentemente definitivas....

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *