Anunciando a verdade que liberta!

Rádio Online

Ouça no Spotify

Q

Invista em sua Igreja Local

Texto base: Mateus 16.18-19

INTRODUÇÃO
Apresente ao grupo uma lista com várias instituições seculares relevantes, peça que cada um escolha a que acha mais importante e tente descrever qual o legado delas para as pessoas ou para a humanidade. Exemplo: Universidades, Corpo de Bombeiros, Cruz Vermelha, Exército, etc.

DESENVOLVIMENTO
A igreja é um meio de graça para nos comunicar as bênçãos de Deus e, consequentemente, às pessoas ao nosso redor, crentes ou não. Dentre os benefícios que recebemos por participar da igreja destacamos:

1. A Igreja tem as chaves do Reino dos Céus.
Eu lhe darei as chaves do Reino dos céus; o que você ligar na terra terá sido ligado nos céus, e o que você desligar na terra terá sido desligado nos céus” (Mt 16.19).
Ter as chaves significa ter autoridade para abrir uma porta e permitir o acesso para determinado lugar ou esfera. Representa a autoridade exclusiva da igreja para pregar o evangelho de Cristo por meio de seus membros. Isso a torna a instituição mais relevante sobre a terra, pois é a única que tem a mensagem e o poder que podem abrir as portas do reino dos céus aos homens, transformá-los e mudar seu destino eterno. Quanto mais membros a igreja local tem, maior será o seu potencial para evangelizar, enviar missionários e exercer misericórdia para com os necessitados. As Células espalhadas por toda cidade estão abrindo as portas do reino dos céus para cumprir a grande comissão.

2. A Igreja é um lugar de proteção:
“Não deixemos de reunir-nos como igreja, segundo o costume de alguns, mas encorajemo-nos uns aos outros, ainda mais quando vocês veem que se aproxima o Dia. Se continuarmos a pecar deliberadamente depois que recebemos o conhecimento da verdade, já não resta sacrifício pelos pecados” (Hb 10.25-26).
A comunhão na igreja é necessária para que ninguém se afaste (abandone) e desvie (apostatate) da fé. Abandonar a comunhão é a pior atitude que o crente pode tomar. Devemos cuidar uns dos outros à medida que a volta de Cristo se aproxima, para nos mantermos em comunhão e para que ninguém se isole e seja destruído por viver em pecado. A Célula é um ambiente dessa comunhão protetora e de intimidade para nos manter unidos e firmes.
Outro elemento de proteção espiritual da igreja é a autoridade para disciplinar os filhos de Deus, com o objetivo de levá-los à restauração de vida, à reconciliação uns com os outros, impedir que o pecado se espalhe contaminando os demais e, proteger a pureza da igreja e a honra de Cristo.

“Se o seu irmão pecar contra você, vá e, a sós com ele, mostre-lhe o erro. Se ele o ouvir, você ganhou seu irmão. Mas se ele não o ouvir, leve consigo mais um ou dois outros, de modo que ‘qualquer acusação seja confirmada pelo depoimento de duas ou três testemunhas’. Se ele se recusar a ouvi-los, conte à igreja; e se ele se recusar a ouvir também a igreja, trate-o como pagão ou publicano” (Mt 18.15-17).
Estarmos juntos, cuidando uns dos outros, nos coloca sob proteção e sob disciplina. Se a igreja como corpo não disciplinar os membros visando o bem, o Senhor mesmo o fará (1 Co 11.28-32).

3. Igreja é um lugar de encorajamento:
“E a maioria dos irmãos, motivados no Senhor pela minha prisão, estão anunciando a palavra com maior determinação e destemor” (Fp 1.14).
As lutas do apóstolo Paulo tiveram efeito positivo na igreja de Filipos. Na comunhão da igreja local nos encorajamos mutuamente a permanecer firmes na luta contra o pecado e o Diabo, compartilhando experiências de vida, admoestando e desafiando. Na igreja estabelecemos relacionamentos significativos de amizade e discipulado, em que um incentiva o outro a não desistir e a avançar para o crescimento. Nos cultos recebemos palavras vindas diretamente de Deus para nos guiar e corrigir. A igreja é uma comunidade de amor, um presente de Deus para nos ajudar em nossa caminhada diária.

4. A Igreja é um lugar da manifestação de Deus através dos dons espirituais:
A riqueza espiritual que existe no corpo de Cristo é algo imensurável. Ela nos é transmitida pelo exercício da diversidade dos dons espirituais que Ele distribuiu a cada um. Quando os dons são usados na comunhão da igreja, as bênçãos acontecem.
4.1 – Devemos servir uns aos outros na igreja com os dons que cada um recebeu de Cristo;
“Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus” (1 Pe 4.10).
4.2 – A edificação do corpo de Cristo é um processo que depende do compartilhamento dos dons que recebemos de Deus e que se manifestam quando a igreja está reunida;
Que fazer, pois, irmãos? Quando vos reunis, um tem salmo, outro, doutrina, este traz revelação, aquele, outra língua, e ainda outro, interpretação. Seja tudo feito para edificação” (1 Co 14.26).
4.3 – Somente na igreja, e não individualmente, alcançamos o propósito maior de Deus para nós. Por isso ele estabeleceu na igreja apóstolos, profetas, evangelistas, pastores e mestres para aperfeiçoar os crentes para o serviço cristão, para edificação do corpo, para nos levar ao máximo.
“até que todos alcancemos a unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, e cheguemos à maturidade, atingindo a medida da plenitude de Cristo” (Ef 4.13)
Cada um de nós precisa do dom que Deus concedeu ao outro para cumprirmos o Seu propósito. A Célula é lugar de edificação onde os dons são descobertos e desenvolvidos, mas não substitui a grande celebração. Precisamos nos reunir com todas as Células, celebrar como igreja e ver as manifestações e o poder de Deus em nosso meio.

CONCLUSÃO
Somente seremos crentes maduros e frutíferos se estivermos em plena comunhão com o corpo de Cristo, que é a igreja. Temos a certeza de bênçãos ao andarmos em união, como disse o salmista:
Como é bom e agradável quando os irmãos convivem em união! É como óleo precioso derramado sobre a cabeça, que desce pela barba, a barba de Arão, até a gola das suas vestes. É como o orvalho do Hermom quando desce sobre os montes de Sião. Ali o Senhor concede a bênção da vida para sempre” (Sl 133.1-3)

Fonte: Igreja Batista Central / Belo Horizonte – MG
Adaptado por: Pr. Eduardo Garcia – MCEO / Baependi – MG – www.ministerioceo.com.br
Correção Gramatical: Samuel Lopes Maciel
Coordenação e Revisão Geral: Pr. Donizétti Maciel

Estudo de Célula de Maio de 2018

[su_note note_color=”#fff369″] Receba nossos estudos em seu e-mail, cadastre-se abaixo:

[wysija_form id=”2″]

Compartilhe este estudo!

+ Estudos

Vai abastecer, com o que?

Vai abastecer, com o que?

Texto Base: Mateus 19.26 INTRODUÇÃOO homem está disposto, sempre, a vencer seus limites físicos, emocionais e até mesmo os espirituais! O que é impossível para o ser humano, se torna algo desejado e atraente para ser superado e vivenciado. Porém, sem a ajuda de Deus...

Família Estruturada

Família Estruturada

Texto Base: Mateus 7.24-27 INTRODUÇÃOPodemos entender pelo ensinamento do Senhor Jesus que o homem que edifica a sua casa obedecendo os princípios da Palavra de Deus vai superar qualquer adversidade que possa assolar o seu lar. Pois, a sua família está bem...

Restauração da Unidade da Família

Restauração da Unidade da Família

Texto Base: Lucas 1.17 INTRODUÇÃOO versículo base fala de reconciliação entre pais e filhos rebeldes como a condição para a preparação de um povo dedicado ao Senhor. Deus, o Pai celestial, quer restaurar os relacionamentos familiares e trazer cura para as famílias,...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *