O Cristão e as Obras da fé – Ministério CEO

Anunciando a verdade que liberta!

Rádio Online

Ouça no Spotify

Q

O Cristão e as Obras da fé

Texto Base: Tiago 4-5

INTRODUÇÃO
Temos considerado nos estudos deste mês que a fé que professamos é aperfeiçoada com obras que glorificam a Deus. Hoje, concluiremos esboçando sobre a 6ª e 7ª obras que justificam a fé do cristão.

PROPÓSITO
Estimular os irmãos a sujeitarem seus projetos pessoais à vontade de Deus e a desenvolverem o espírito vigilante que aguarda a volta de Cristo, considerando essas atitudes como obras que glorificam o Senhor.

DESENVOLVIMENTO
1) SEXTA OBRA – SUBMETER-SE À VONTADE DE DEUS (Tg 4)
O Ap. Tiago ensinou que o deleite às paixões carnais é a origem de muitas contendas e guerras (v. 1). Ensinou também que um cristão não tem as suas orações respondidas por causa de inveja e motivos egoístas (vs. 2-3). Ainda enfatizou que o mundo, com seu sistema de valores, é inimigo de Deus, e o cristão que ama ao Senhor deve renunciá-lo por causa do amor e ciúmes que Deus tem por cada um de nós (vs. 4-5).
Essa renúncia implicará em:
a) Humilhar-se diante de Deus e desenvolver uma atitude de dependência (vs. 6,10);
b) Sujeitar-se à vontade de Deus resistindo ao apelo do tentador (v. 7; Mt 4.1-11);
c) Desenvolver a intimidade com o Pai Celestial através de uma vida regular de oração (v. 8a);
d) Chorar por causa do pecado renunciando os prazeres carnais para a consagração a Deus (vs. 8b,9);
e) Não julgar o próximo ou buscar ter superioridade sobre ele (vs. 11-12);
f) Não ser presunçoso determinando o futuro, mas submetendo-se a Deus (vs. 13-15);
g) Renunciar o orgulho das ações sem humildade diante de Deus, pois esta vanglória é inspirada pelo inferno (v.16).

2) SÉTIMA OBRA – PREPARAR-SE PARA A VOLTA DE CRISTO (Tg 5)
O último capítulo adverte a todos que confiam nas riquezas. Diz para se lamentarem, pois essas se apodrecerão diante do Juiz que julgará toda forma de enriquecimento injusto e ilícito (vs. 1-6). O Senhor que julgará os injustos é o mesmo que virá buscar a Igreja, que deve se preparar para o encontro com paciência nos sofrimentos, nas perseguições e dificuldades (vs. 7-11), vivendo com sinceridade as palavras para com Deus (v. 12), desenvolvendo o auxílio e oração por todos os membros do corpo (vs. 13-15), ministrando, ouvindo e curando os doentes (v. 16), orando com fervor e perseverança (vs. 17-18) e exortando todos a permanecerem na verdade de Cristo (vs. 19-20).

Aplicação Prática: peçamos a ajuda do Espírito Santo para sujeitar cada desejo e planejamento à vontade de Deus. Assim também o Espírito nos ajudará a aguardarmos a volta de Jesus.

CONCLUSÃO
O Senhor está voltando como foi prometido em Atos 1.11. Vamos vigiar e orar (Mt 26.41). Que o Espírito Santo nos ajude nessa última hora!

Autor: Pr. Luiz Carlos da Costa – CEO / Soledade de Minas – MG
Correção Gramatical: Samuel Lopes Maciel
Coordenação e Revisão Geral: Pr. Donizétti Maciel

Estudo de Célula de Agosto de 2021

Compartilhe este estudo!

+ Estudos

Deus diante das Enfermidades

Deus diante das Enfermidades

Texto Base: Êxodo 15.26 (NTLH) INTRODUÇÃOA doença é uma consequência da desobediência de Adão no Jardim do Éden, e impõe sofrimento para a humanidade. É importante destacar, de antemão, que é prudente procurar os recursos médicos disponíveis, sempre que necessário,...

Vamos Exaltar o Nosso Deus

Vamos Exaltar o Nosso Deus

Texto Base: Êxodo 15.1 (NTLH) INTRODUÇÃOA Bíblia afirma que os céus declaram a glória do Senhor e o firmamento proclama a obra das suas mãos (Sl 19.1-2). Se a natureza, sem palavras, glorifica a Deus, é de se esperar que o homem, coroa da criação divina, o exalte...

Deus governa sobre o caos

Deus governa sobre o caos

Texto Base: Gênesis 45.5 (NTLH) INTRODUÇÃO A injustiça dos irmãos de José foi parte de um processo em sua vida para o cumprimento do propósito divino. Deus usa toda situação para o cumprimento do seu plano. Agora mesmo toda injustiça contra nós pode ser usada para um...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *