Anunciando a verdade que liberta!

Rádio Online

Ouça no Spotify

Q

Verdades Essenciais do Evangelho: Igreja, o Corpo Vivo de Cristo

Texto base: Atos 2.42-47

INTRODUÇÃO
Qual a imagem que vem à sua mente quando ouve a palavra “igreja”? Em sua opinião, qual a maior crítica que a igreja tem recebido atualmente? Para você, qual é o grande ponto forte da igreja? Qual a sua principal característica positiva?
Então como pode ser isso? Como é que a mesma instituição pode ser, ao mesmo tempo, uma decepção, uma fonte de mágoas e suspeitas para alguns e uma fonte de alegria, vida e conforto para tantos outros?
A resposta que a Bíblia dá para as questões acima é que aquilo que chamamos de igreja, na realidade, são duas igrejas. Uma é humana, egoísta, ávida por poder e às vezes até cruel. A outra divina, forte, amorosa e perdoadora. Uma fomentou o ódio e levou a humanidade a conflitos sangrentos em nome de Deus e dos interesses da religião. A outra tem curado males humanos, quebrado barreiras sociais e livrado a muitos de culpa, medo, vergonha e da ignorância. Esta última é a igreja verdadeira, iniciada por Jesus Cristo; é ela que manifesta um cristianismo autêntico. A outra é uma igreja falsa, que apenas aparenta ou simula o cristianismo.

DESENVOLVIMENTO
Foi o próprio Jesus que predisse que isso aconteceria. Em Mt 13.24-30, Ele ensina sobre o joio e o trigo, prevendo que haveria crentes verdadeiros, realmente nascidos de novo e com um bom testemunho, e haveria também falsos cristãos, que jamais nasceram de novo, mas que pensam ser cristãos. Passaram por certos rituais, associaram-se à igreja e por isso são chamados cristãos, mas sem vida com Deus. Por isso, não é de se admirar que a igreja apresente ao mundo uma imagem tão confusa. Às vezes se parece com o médico, e outras vezes, com o monstro. Mas a verdadeira igreja dá bom testemunho e revela a existência e a natureza de Deus ao mundo. Por isso é que Jesus alertou-nos: “Assim, pelos seus frutos vocês os reconhecerão! Nem todo aquele que me diz: ‘Senhor, Senhor’, entrará no Reino dos céus, mas apenas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus” (Mt 7.20-21).
Por isso mesmo, muitas pessoas hoje em dia têm se afastado da igreja e assumido uma posição do tipo “Cristo sim, Igreja não!”. Até em nossas células isso acontece bastante, sendo fácil encontrar várias pessoas sinceras que curtem as células, mas não frequentam as celebrações da igreja. Provavelmente ainda não compreenderam a bênção e a importância de se integrar por completo na igreja de Jesus Cristo. Vamos então tratar um pouco sobre a igreja.
Esse texto, que lemos no início, é muito importante, porque relata o estilo de vida da igreja recémcriada por Jesus logo após a vinda do Espírito Santo no dia do Pentecostes. Trata-se de uma igreja nova, pura e que tem sido tomada como uma referência para todas as igrejas. Pode-se perceber como era uma igreja excelente, viva e dinâmica e que, por isso mesmo, era tão admirada e atraente aos olhos de todo o povo da cidade de Jerusalém. Esse fato confirma a afirmação de que nada é tão maravilhoso quanto uma igreja quando esta funciona bem, quando ela cumpre os propósitos para os quais Deus a estabeleceu na terra: adorar a Deus, edificar e cuidar uns dos outros e ainda, para testemunhar de Cristo e seu amor.
Ao observarmos o texto acima, concluiremos que a igreja não é um prédio, os seus pastores ou o que ela faz. A igreja é o conjunto das pessoas que dela fazem parte, vivendo em união, apoiando-se mutuamente e trabalhando juntos para cumprir a sua missão na terra. Ao observarmos esse texto com cuidado, descobriremos as características de uma igreja excelente:

Uma igreja excelente é cheia do Espírito Santo – E só será cheia do Espírito Santo secada membro estiver continuamente buscando a Deus e enchendo-se do Espírito e do poder do alto.
Uma igreja excelente é acolhedora e unida – Eles viviam em comunhão e unidade, sem preconceitos, independente da classe social ou da origem. Estavam unidos e tinham tudo em comum. Uma igreja excelente recebe e ama as pessoas. Todos são bem vindos.
Uma igreja excelente é uma igreja que cresce – Em At 2.41 está escrito que cerca detrês mil pessoas foram batizadas de uma só vez. A igreja excelente cresce, porque, movida por compaixão e amor pelos que ainda não conhecem a Deus, ela se importa com as pessoas e compartilha sua fé e seu testemunho com todos.
Uma igreja excelente é uma igreja em duas dimensões – Ela se reúne num grandelocal público para os cultos de celebração, mas também nas casas de seus membros; ela pode crescer bastante, mas se mantém acolhedora e pequena através de células nos lares. Em Jerusalém, eles se reuniam no templo, numa grande reunião da igreja. Mas se encontravam também nas casas e tinham muito relacionamento e comunhão, estudavam a Bíblia e oravam em vários pequenos grupos, tudo com muita amizade, alegria e temor de Deus. Essa é uma das primeiras referências bíblicas ao modelo celular que adotamos em nossa igreja. Somos uma igreja em células porque este é um modelo bíblico de igreja, que permite desenvolver relacionamentos pessoais, permite tanto ouvir como falar, atrair pessoas para Jesus e também cuidar muito bem de cada uma delas.
Uma igreja excelente é uma igreja que serve – Servir é sacrificar-se para o benefíciode outros, e aquela igreja fazia isso muito bem. Eles se importavam uns com os outros e ajudavam uns aos outros. Chegavam a repartir o que tinham com quem passava necessidade, porque compreenderam que Deus os tinha abençoado para poderem servir aos que precisassem. Não é à toa que os de fora ficaram tão impressionados com o estilo de vida amoroso que aquela nova igreja demonstrava. Para ser uma igreja excelente é fundamental servir ao próximo e à comunidade ao redor.
Uma igreja excelente é uma igreja adoradora – Diz o texto que eles louvavam aDeus de coração. O apóstolo Paulo afirma, em Ef 1.12, que todos nós fomos salvos por Cristo para que “sejamos para o louvor da sua glória”. Devemos viver uma vida de adoração e louvor a Deus, e também vivermos de tal modo que a glória de Deus seja reconhecida e louvada por todos.
Deus espera que cada crente verdadeiro participe de uma igreja local. Veja a advertência que o escritor de Hebreus faz: Hb 10.25

CONCLUSÃO
Assumir um compromisso pra valer e participar assiduamente de uma igreja local é um dos principais fatores para o crescimento e a perseverança espiritual.
Quando uma igreja funciona bem, ela vai causar o mesmo impacto dinâmico da igreja primitiva, que mudou o mundo de então. Uma igreja funciona bem quando todos participam de seu crescimento e sua edificação (Ef 4.15-16).
Uma igreja excelente é a mais poderosa força de transformação sobre a face da terra.

Fonte: Igreja Batista Central / Belo Horizonte – MG
Adaptado por: Pr. Eduardo Garcia – MCEO / Baependi – MG – www.ministerioceo.com.br
Correção Gramatical: Samuel Lopes Maciel
Coordenação e Revisão Geral: Pr. Donizétti Maciel

Estudo de Célula de Outubro de 2018

[su_note note_color=”#fff369″] Receba nossos estudos em seu e-mail, cadastre-se abaixo:

[wysija_form id=”2″]

</p

Compartilhe este estudo!

+ Estudos

O Milagre na Família

O Milagre na Família

Texto Base: João 2.1-11 INTRODUÇÃODeus está interessado em agir na família antes mesmo de fazer qualquer milagre de cura, libertação ou qualquer outra intervenção miraculosa. Pois, a família tem prioridade no plano divino. Não foi criada para o fracasso....

A Relação entre Família e Fé

A Relação entre Família e Fé

Texto Base: Efésios 3.14-15 INTRODUÇÃODurante o mês de maio vamos falar sobre família – a primeira instituição criada por Deus, a célula base para a formação da sociedade. Nos versículos do texto base, o Apóstolo Paulo declarou a sua rendição à soberana vontade de...

Celebrando a Ceia do Senhor

Celebrando a Ceia do Senhor

Texto Base: Números 9.4-5 INTRODUÇÃO O fortalecimento da nossa fé e o crescimento da nossa vida espiritual acontecem a partir da nossa obediência à palavra de Deus. Hoje, vamos falar sobre a obediência à ordenança de Jesus: tomar a Ceia do Senhor em memória à sua...

1 Comentário

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *