Anunciando a verdade que liberta!

Rádio Online

Ouça no Spotify

Q

A Graça Comum

Texto Base: Efésios 2.7

INTRODUÇÃO
Estamos iniciando uma nova série, de quatro estudos, baseada na maravilhosa graça de Deus. Vamos procurar conhecer um pouco mais sobre esse presente maravilhoso de Deus para o homem, como somos alcançados por ela e como podemos viver nela.

DESENVOLVIMENTO
Todas as bênçãos que recebemos em nossa vida não vêm por nosso merecimento, mas é a manifestação da bondade de Deus para com o homem pecador. Somos merecedores de castigo por causa do pecado, mas Deus escolhe nos abençoar. Isso se chama graça. Todos os dias, todos os homens são alcançados pela graça que se manifesta de duas maneiras: a graça comum e a graça salvadora. Resumindo, graça quer dizer um favor imerecido!

1 – A sua origem:
A graça provém de Deus. Ela não é fruto de nossas virtudes; não a induzimos ou conquistamos, mas é “Para mostrar, nos séculos vindouros, a suprema riqueza da sua graça, em bondade para conosco, em Cristo Jesus”  (Ef 2.7).

2 – A graça comum:
Desde o momento do pecado, a morte começou a operar na vida de Adão e Eva, os quais, embora não tenham morrido imediatamente, continuaram a usufruir de inúmeras bênçãos de Deus durante suas vidas até que fisicamente morreram. Da mesma forma, Deus abençoa os seus filhos nascidos de novo, mas também os incrédulos que estão separados da sua glória pela graça comum que alcança a todos. Isso acontece de diversas maneiras e muitas vezes não percebemos nem somos gratos a Deus por ela. A graça comum não leva ao arrependimento, à fé, não salva e nem transforma o homem. Como Deus distribui essa graça?

. Graça sobre o mundo natural:
Mesmo sob a maldição do pecado, a terra não se tornou um lugar inóspito, só de espinhos, desertos e sofrimentos. Ela é objeto de bênçãos mediante a graça de Deus. Jesus declarou: “… porque ele faz nascer o sol sobre maus e bons e vir chuvas sobre justos e injustos” (Mt 5.45).

O apóstolo Paulo, ensinando ao povo de Listra sobre Deus, enfatiza:
“O qual, nas gerações passadas, permitiu que todos os povos andassem nos seus próprios caminhos; contudo, não se deixou ficar sem testemunho de si mesmo, fazendo o bem, dando-vos do céu chuvas e estações frutíferas, enchendo o vosso coração de alegria e fartura” (At 14.17).

. Graça sobre o intelecto humano:
Deus deu ao homem a capacidade de compreender a verdade e distingui-la do erro, de crescer em conhecimento e ciência. Grandes cientistas creram em Deus (Kepler, Pascal, Isaac Newton, etc.) e outros não, mas foram igualmente alvos da graça com descobertas e inventos que abençoaram toda a humanidade.

O Profeta Daniel declara: “… ele dá sabedoria aos sábios e entendimento aos inteligentes” (Dn 2.21).

. Graça sobre a moral humana:
Os efeitos do pecado e o domínio satânico sobre o mundo poderiam levar a humanidade à completa destruição. O mundo só não está pior porque Deus intervém e refreia a humanidade. Para isso Deus usa a força da consciência. Paulo falando sobre os pagãos, ensina: “Estes mostram a norma da lei gravada no seu coração, testemunhando-lhes também a consciência e os seus pensamentos, mutuamente acusando-se ou\defendendo-se” (Rm 2.15).

Mesmo aqueles que afundam no pecado sabem do erro que cometem e da punição a que estão sujeitos: “… conhecendo eles a sentença de Deus, de que são passíveis de morte os que tais coisas praticam…” (Rm 1.32).

Essa percepção interior da consciência que Deus, pela graça, coloca no homem, faz com que a sociedade adote leis e costumes, ainda que exteriores, os quais a preservam.

. Graça sobre a sociedade humana
A graça de Deus é manifesta na existência das organizações e estruturas da sociedade humana. O governo humano é instituído por Deus para restringir o mal, para proteção e benefício da sociedade. O apóstolo Paulo nos ensina:

“… não há autoridade que não proceda de Deus; e as autoridades que existem foram por ele instituídas”. “Porque os magistrados não são para temor, quando se faz o bem, e sim quando se faz o mal…”; “Visto que a autoridade é ministro de Deus para o teu bem”; “por esse motivo, também pagais tributos, porque são ministros de Deus, atendendo, constantemente, a este serviço” (Rm 13.1,3,4,6).

E nos manda orar “em favor dos reis e de todos os que se acham investidos de autoridade…” (1 Tm 2.2), obviamente para que Deus possa abençoá-los.

. Graça sobre a criatividade humana
Deus deu ao homem sensibilidade e capacidade criativa para que através da arte, música, esporte, literatura, cinema, etc., a sua existência na terra seja mais feliz e abençoada.

. Graça sobre a religiosidade humana
Deus deu à mente humana até mesmo a percepção da sua existência e pôs no seu coração um desejo de conhecê-lo, embora o homem se desvie muitas vezes através de muitas religiões. O apóstolo Paulo afirma:

“Porquanto o que de Deus se pode conhecer é manifesto entre eles porque Deus lhes manifestou. Porque os atributos invisíveis de Deus, assim o seu eterno poder, como também a sua própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas” (Rm  1.19-20).

CONCLUSÃO
Esta lição nos mostra a dádiva extraordinária da graça de Deus, em suas múltiplas formas e manifestações, não apenas sobre seus filhos, mas comum a toda a humanidade mostrando que Ele é o Deus de toda a graça.

1. Você reconhece a graça de Deus em sua vida?
2. Você tem glorificado a Deus pela sua graça recebida todos os dias?
3. Você tem sido gracioso para com aqueles que são próximos de você?
4. Como você pode ser gracioso para com seu próximo?

Fonte: Igreja Batista Central / Belo Horizonte – MG
Adaptado por: Pr. Eduardo Garcia – MCEO / Baependi – MG – www.ministerioceo.com.br
Correção Gramatical: Samuel Lopes Maciel
Coordenação e Revisão Geral: Pr. Donizétti Maciel

Estudo de Célula de Setembro de 2018

[su_note note_color=”#fff369″] Receba nossos estudos em seu e-mail, cadastre-se abaixo:

[wysija_form id=”2″]

Compartilhe este estudo!

+ Estudos

O que é impossível a todos nós?

O que é impossível a todos nós?

Texto Base: Mateus 19.26 INTRODUÇÃO O homem está disposto, sempre, a vencer seus limites físicos, emocionais e até mesmo os espirituais! O que é impossível para o ser humano, se torna algo desejado e atraente para ser superado e vivenciado. Porém, sem a ajuda de Deus...

Vai abastecer, com o que?

Vai abastecer, com o que?

Texto Base: Mateus 19.26 INTRODUÇÃOO homem está disposto, sempre, a vencer seus limites físicos, emocionais e até mesmo os espirituais! O que é impossível para o ser humano, se torna algo desejado e atraente para ser superado e vivenciado. Porém, sem a ajuda de Deus...

Família Estruturada

Família Estruturada

Texto Base: Mateus 7.24-27 INTRODUÇÃOPodemos entender pelo ensinamento do Senhor Jesus que o homem que edifica a sua casa obedecendo os princípios da Palavra de Deus vai superar qualquer adversidade que possa assolar o seu lar. Pois, a sua família está bem...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *