Anunciando a verdade que liberta!

Rádio Online

Ouça no Spotify

Q

O Casal e a vida Social

Texto Base: Gênesis 2.24/ I Coríntios 15.33 / Mateus 22.37-39

INTRODUÇÃO
Até onde posso ter uma vida particular dentro do casamento ou de um relacionamento sério? Como eu devo me comportar depois de assumir a corte, ou um compromisso matrimonial, de forma saudável socialmente?

Quando assumimos um compromisso de noivado e casamento, com certeza enfrentaremos muitas dificuldades. A maioria dos casais estão despreparados para os problemas que enfrentarão dentro de um relacionamento que poderá durar uma vida.

Os sintomas de um mal relacionamento podem ser os mesmos, porém, as circunstâncias e as causas são as mais diversas. Nem sempre o seu problema é o mesmo de outros casais amigos. A forma que você lida com eles também não.

As causas podem ser a falta de maturidade emocional, estabilidade e flexibilidade, que culminam em sintomas como desconfianças, brigas, desgastes na relação, guerras frias e traição. As discórdias, a infidelidade e a separação devem ser evitadas a todo custo no casamento.

PROPÓSITO
Entender como o casal deve viver perante a sociedade.

DESENVOLVIMENTO
Em um casamento, o compromisso envolverá ambos, o que traduz: “deixar todos os outros” (Mt 19.5-6). A única pessoa que deve estar entre o casal é Deus. Qualquer dificuldade que apareça deve ser logo resolvida. O tempo não soluciona problemas, a lista só aumentará! Assim, acharemos que não há solução para tantos problemas (Ef 4.26 KJA).

O que significa “deixar todos os outros”? Não posso me relacionar com outras pessoas depois do casamento? Sair com amigos solteiros, ir a festas na empresa, happy hour, viagens, encontros com a turma da faculdade, futebolzinho no final de semana com os colegas, balada com as amigas, ter minha conta nas redes sociais e celular com privacidade e senha? Calma aí! Vejamos alguns princípios para mantermos um casamento e uma vida social saudáveis conforme Deus planejou:

Quem é a pessoa mais importante depois de Deus e você? (Ef 5.22-33 KJA) Seu cônjuge, é claro! Aqui se define amor, respeito e unidade espiritual entre o casal. Caso não siga esses princípios, haverão consequências na dimensão espiritual, emocional e física do casal.

O uso impróprio e indisciplinado das redes sociais traz muitos conflitos e problemas entre o casal. É importante que hajam regras e transparência em tudo (Pv 28.13 KJA). É necessário estudar bem a situação e o cônjuge antes de casar-se. O matrimônio exige muita educação e disciplina (Rm 12.1,2 KJA);

Laços de alma, ou seja, amizades que sejam sem bons propósitos ou fora da vontade de Deus podem influenciar o casal a situações negativas, como adultério (1 Co 6.9,10,18 KJA), vícios (jogo, alcoolismo, pornografia), gastos financeiros excessivos e egoístas, consumismo para manter status (Lc 12.15), falta de comunicação, destruição da autoestima do outro por comparação e crítica e muitos outros problemas.

No namoro, noivado e casamento deve-se cultivar a comunicação e estabelecer diretrizes para a satisfação de exigências mentais, emocionais e espirituais (Fp 2.3-5). Em cada fase do casamento, a vida social corresponde a particularidades diferentes de atenção, atitudes e relações. Ex.: casais com filhos devem priorizar a vida social em família, com seus familiares e com outros casais com filhos da mesma idade, por exemplo.

CONCLUSÃO E APLICAÇÃO PRÁTICA
Há situações que geram desiquilíbrio no relacionamento pelo comportamento do outro. Nós possuímos desejos pecaminosos e egoístas (Tg 1.14 / Gl 5.17 KJA). A falta de ponderação no relacionamento gera culpa, medo, ansiedade, perda da autoestima, depressão e separação entre o casal e de Deus.

Refletir sobre o problema e buscar o aconselhamento de pessoas ajustadas é importante. Assumir a responsabilidade por atitudes e comportamentos indevidos, perdoar ou pedir perdão, romper com quaisquer convívio ou coisas que estejam anulando o bom relacionamento conjugal é extremamente necessário. Cultive um excelente relacionamento com Cristo e cônjuge, a vida social vem depois (Ef 3.14-21 KJA).

Autoria: Miss. Magaly – CEO / Baependi – MG
Correção Gramatical: Samuel Lopes Maciel
Coordenação e Revisão Geral: Pr. Donizétti Maciel

Estudo de Célula de Maio de 2023

Compartilhe este estudo!

+ Estudos

Princípio da Mordomia

Princípio da Mordomia

Texto Base: Gênesis 2.15 INTRODUÇÃO O segundo princípio que vamos conhecer é o da Mordomia. No estudo anterior, aprendemos sobre o princípio do caráter. Deus nos criou à Sua imagem e semelhança, e o Seu sonho é que sejamos parecidos com Ele em tudo. Ele quer que...

Princípios do Caráter

Princípios do Caráter

Texto Base: Filipenses 2.22 ARA/KJA INTRODUÇÃO Esta semana vamos aprender e saber a importância do caráter para nossas vidas PROPÓSITO Reconhecer quais pontos de nosso caráter ainda precisam da transformação do Senhor. DESENVOLVIMENTO 1) A CRIAÇÃO DO HOMEM (Gn 1.26)...

A Visão de Filhos

A Visão de Filhos

Texto Base: Números 13.25-33   INTRODUÇÃO Quebra-gelo: Como Deus vê o seu coração? Por que uns experimentam bênçãos e outros não? Uma das evidências é a visão que cada um tem de si mesmo. No reino de Deus tudo depende da fé. Você é salvo e se torna filho de Deus pela...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *